Quando começamos a discutir a respeito do marketing e sua relação com a área da psicologia nos deparamos com duas pontas:

  • É permitido fazer marketing dos serviços de psicologia?
  • Quais são os apontamentos do Código de ética a respeito da propaganda para psicólogos?

 

É fato que quando o assunto vem à tona, começamos a nos lembrar do nosso tempo de faculdade e que, na maioria das vezes, não nos foi ensinado como vender nosso serviço de forma ética e profissional, pairando o benefício da dúvida, criando um certo tabu sobre a prática.

Atualmente, enxergamos que a sociedade desenvolve, a cada dia mais, problemas que afetam a saúde mental. Então, a procura por atendimentos psicológicos tendem aumentar. A questão é: por que não se posicionar no mercado e ganhar uma fatia nesse ramo de atuação?

É muito importante criar um percurso da sua carreira profissional e também digital. Onde, além de toda sua preparação técnica, você possa fazer a divulgação do seu trabalho através dos meios para que você tenha maior visibilidade para possíveis pacientes. 

 

O que é e o que não é permitido no marketing para psicólogos?

Segundo o Código de Ética Profissional do Psicólogo, a promoção dos serviços por quaisquer meios deverá obrigatoriamente informar nome completo, o CRP e seu número de registro. Dentre as mais específicas à propaganda fica permitido a divulgação apenas e somente de suas qualificações, atividades e recursos relativos a técnicas e práticas que estejam reconhecidas ou regulamentadas pela profissão;

As proibições quanto ao uso da publicidade, se resumem em práticas, que não coloque em jogo ou em dúvida o profissionalismo que a área pede. 

Em outras palavras, se seu desejo é converter conteúdo em consultas, traga conteúdo de valor, que atraia seu público para dentro, identifique as dores e exponha as soluções que elas podem encontrar. 

 

Como toda profissão de sucesso, é preciso traçar objetivos e criar um plano de ação para começar a criar conteúdo nas redes sociais. Mas quais são os objetivos básicos que eu preciso seguir?

  • Retenção de pacientes

Essa é a razão mais comum e um dos focos a serem conquistados através de um marketing certeiro que psicólogos dedicam a essa modalidade.

Esse objetivo tem como foco principal atrair o olhar de mais pacientes onde, as soluções oferecidas pelo profissional ou clínica, possam encher os olhos de quem os procura.

Estabeleça relacionamentos e mostre que você sabe do que está falando, sem atacar outros profissionais e nunca deixar transparecer que é uma publicidade escancarada.

  • Carreira 

Fazer publicidade de seus serviços é o que profissionais autônomos buscam para dar uma guinada na carreira. E isso não seria diferente para psicólogos (as). Porém, as estratégias são voltadas a criar uma percepção positiva frente ao público.

  • Relacionamentos

A aproximação entre psicólogos e pacientes é a peça principal para que seu conteúdo seja bem visto pelo público e, através desse conteúdo, é possível criar relacionamentos e trazê-los para perto.

As redes sociais, o e-mail marketing e o blog são ferramentas importantes para criar vínculos reais.

  • Fortalecimento de marca

As soluções digitais são a melhor opção para quem quer fortalecer sua marca pessoal, através dessas soluções. Você tem o potencial necessário para fazer com que o seu nome, sua imagem ou o seu logotipo seja reconhecido.

 

Por fim, a nossa dica é, comece agora mesmo, você não terá nada a perder! São muitas as possibilidades para construir uma estratégia de sucesso. E conte com a AmpliaMente como uma ferramenta que vai impulsionar ainda mais a sua carreira profissional. 

Saiba mais em nosso site e conheça a nossa plataforma: www.ampliamente.com.br 

Compartilhar: